O Futuro do Comércio Eletrônico no Brasil Pós-pandemia

o futuro do comercio eletronico - compras online

Com o crescimento  avanço do comércio eletrônico, motivados pelo o surgimento da pandemia de Covid-19, algumas questões foram levantadas, em especial a respeito do futuro do comércio eletrônico do Brasil pós pandemia.

A necessidade de permanecermos em casa e evitarmos o contato com o mundo lá fora acabou mudando o hábito do consumidor.

E o efeito desse comportamento foi o considerável aumento das lojas virtuais, visto que elas se tornaram a melhor opção de compras.

Esse novo panorama obrigou muitas empresas, ainda que despreparadas, a acompanharem essas mudanças, sob pena de ficarem para trás!

Agora seria necessário se reinventarem. Ou seja, de passarem por uma transição que resultaria, ou na transformação de loja física para online ou na criação uma loja virtual como meio de subsistência.

Todavia, em razão da velocidade dessas mudanças, tudo deveria ser feito a curto prazo ainda que sem muito conhecimento sobre esse "novo" modelo de serviço.

Mas, no momento atual quais seriam as mudanças mais significativas no processo de vendas, especialmente em relação ao e-commerce?

Pois bem, neste artigo, vamos falar um pouco sobre esse nicho de mercado, o seu crescimento e o que esperar dele.

Em linhas gerais, abordaremos sobre o futuro do comércio eletrônico no Brasil.

Continue a leitura e saiba o que esperar das lojas virtuais no momento pós-pandemia, acompanhando os seguintes pontos:

  • O comportamento do consumidor e o futuro do comércio eletrônico;
  • Impactos da pandemia na indústria;
  • Aumento da concorrência;
  • Novas estratégias de marketing;

O comportamento do consumidor e o futuro do comércio eletrônico

o futuro do comercio eletronico - covid provoca mudanças de comportamento

Se antes as técnicas de comunicação em massa induziam as pessoas a consumirem o que o mercado produzia, hoje não é mais assim que funciona.

O consumidor de hoje é muito mais exigente que há algumas décadas. Isso implica dizer que as empresas tem que entendê-lo melhor para satisfazer melhor às suas necessidades.

Com a tecnologia cada vez mais em evidência, a comunicação entre as pessoas ficou ainda mais rápida.

A agora é possível expressar suas opiniões para o mundo de forma instantânea.

Esse movimento facilita a propagação de pensamentos semelhantes.

E isso implica em mudanças de comportamentos constantes.

Sejam eles de cunho social ou simplesmente na forma de consumir.

Esta tendência comportamental já vinha sendo acompanhada pelo mercado com algumas expectativas otimistas e agora gera efeitos significativos para o comércio das lojas virtuais no “novo normal”.

O novo Corona vírus nos trouxe uma nova forma de consumir. Nesse panorama parece bem claro que o futuro do comércio eletrônico está cada vez mais garantido.

As pessoas estão enxergando o quanto é mais fácil e rápido comprar tudo de casa, pelo computador ou smartphone e, nisso, podem até promover uma breve reflexão sobre consumo mais consciente.

 Impactos da pandemia na indústria

o futuro do comercio eletronico - impactos da pandemia

Essa nova realidade do comércio de compra e venda tem gerado impactos consideráveis no mercado.

E isso inclui cuidados com as questões sanitárias, que nunca estiveram tanto no centro das atenções.

Agora, é preciso dar uma atenção importante à higienização de instalações, equipamentos e até dos produtos e embalagens além, claro, de reforçar o uso de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) pelos funcionários.

Dependendo do porte da empresa, isso pode gerar custos significativos e que, normalmente, serão repassados ao consumidor final.

Em alguns casos esse repasse pode ser menor, o que interfere diretamente na competitividade do mercado.

Nesse mesmo caminho, também surgem algumas inovações que poderão ajudar no combate ao vírus e até incentivar no aumento das vendas de alguns setores como têxtil e vestuário.

Um grupo de instituições, dentre elas o Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB-USP), conseguiu desenvolver um tecido contendo micropartículas de prata que inativa 99,9% do Coronavírus.

A partir dessa descoberta, já foi feita uma parceria com duas tecelagens que irão fabricar máscaras e roupas hospitalares, já vislumbrando a extensão para a indústria de roupas casuais no futuro.

E, mesmo que haja um aumento do custo das roupas para o consumidor final, a tendência é que as pessoas façam o investimento assim mesmo, tendo em vista  que a preocupação atual de todos está mais voltada para a manutenção da saúde e preservação da vida.

 Aumento da concorrência

o futuro do comercio eletronico - aumento da concorrecia

É normal que com o aumento do fluxo de consumo online cresce também o número de empresas que procuram o meio virtual para fazer suas vendas.

Essa procura é até pela inviabilidade de manter alguns estabelecimentos abertos em razão de determinações judiciais.

Com isso, o lugar que antes era ocupado por alguns negócios que tiveram seu início no e-commerce – muitos trabalhando exclusivamente com essa dinâmica – agora ganhará a companhia de novas empresas.

O resultado disso será o aumento da concorrência.

E, com tantas opções no mercado, o cliente se tornará cada vez mais exigente.

E essa concorrência torna o futuro do comércio eletrônico ainda mais promissor, tanto para as empresas como para o consumidor.

Desse modo, é preciso ficar atento ao comportamento e ao perfil de compra do seu cliente.

É preciso investir em eficientes canais de comunicação, prazos mais curtos de entrega e qualidade das imagens nas plataformas, assim como na facilidade da navegação.

A escolha feita pelo cliente será por aquela loja virtual que lhe trouxer mais benefícios e comodidades.

Mas não só isso, é necessário um atendimento de excelência.

É importante lembrar que haverá muitos negócios semelhantes usando os mesmos canais de venda e disputando a conquista dos mesmos clientes. 

E se o destaque ocorrerá pelo diferencial, é bom ficar de olho nas oportunidades e no surgimento de novos nichos.

Agora, a tendência é que se compre de tudo pela Internet, tudo mesmo.

 Novas estratégias de marketing

o futuro do comercio eletrônico - novas estratégias de marketing

E para ganhar destaque e criar um diferencial, em relação à concorrência, o marketing deve ser trabalhado de forma ainda mais eficiente.

Ou seja, deve-se utilizar suas ferramentas para traçar estratégias com o objetivo de atrair ainda mais clientes.

Além dos produtos e serviços que você vende na sua loja virtual é importante oferecer conteúdo de qualidade ao seu consumidor.

Este é um meio de “educar” o seu cliente e fazê-lo entender o valor do que você está vendendo.

Entretanto, para que esse conteúdo tenha um alcance maior, é preciso trabalhar bem o seu SEO (Search Engine Optimization).

Ele serve para otimizar os mecanismos de busca e faz com que melhore o posicionamento do seu site.

Nesta nova era do e-commerce, o futuro do marketing pode ser visto como primordial para alavancar vendas em um ambiente que agora vai ser habitado por um número bem expressivo de lojas virtuais.

Saiba mais sobre o seu público e mantenha-o sempre satisfeito

o futuro do comercio eletrônico - cliente satisfeito

Conhecer bem o público vai gerar consequências positivas, inclusive se esse público for o mais segmentado possível. Dessa forma, as campanhas de marketing e promoções serão mais bem direcionadas e mais assertivas.

Mas, e se a sua loja não consegue concorrer com as promoções gigantescas de e-commerce maiores?

Aí você terá que tirar as cartas da manga. Estabeleça um diferencial que você possa ofertá-lo melhor que a sua concorrência.

Foque, sobretudo, no atendimento de excelência. E entregue ao cliente aquilo exatamente o que a sua loja promete para suprir a necessidade do seu público!

Esteja SEMPRE presente na pré e pós-venda, e mostre ao seu cliente a importância dele para a sua empresa.

Mostre, com autenticidade, a cada um dos seus clientes, o quanto ele é importante para a sua empresa.

O resultado disso é de extrema importância para o crescimento do seu negócio.

O marketing feito por clientes satisfeitos costuma ser eficiente e praticamente sem custos. Afinal de contas, o seu negócio existe em razão do seu público alvo; do seu cliente.

Manter o padrão de qualidade e dar atenção ao comportamento do público vai manter seu e-commerce em evidência.

Conclusão

É notório que cada vez mais pessoas procurem por meios virtuais para fazer suas compras.

Especialmente se essa decisão tem a ver com praticidade e facilidade de comparar preços. Por isso, fique atento às oportunidades.

Todavia, considerando o aumento de lojas virtuais e que provavelmente nem todas estejam preparadas para o oferecer a melhor experiência para o cliente, analise com cuidado a sua escolha.

Prefira empresas bem estruturadas, aspectos legais, endereço físico dos seus escritórios e suporte de apoio e, principalmente aquelas apoiadas por uma equipe de especialistas com foco em qualidade e excelência e foco no cliente.

Comente aqui o que mudou na sua vida em termos de opções de compra no período de pandemia que estamos atravessando e como você vê o futuro do comércio eletrônico no Brasil

Se você gostou deste artigo comente e compartilhe com seus amigos.

Futuro do e-commerce

2 comments

Antonio Rubem

Antonio Rubem

Quis dizer: artigo sobre o “tema”.

Antonio Rubem

Antonio Rubem

Excelente conteúdo e, sobretudo, muito realista.
Creio que o diferencial nessa briga acirradas por clientes, por parte das lojas virtuais, será o relacionamento com o cliente.
O que vocês pensam a esse respeito e como estão lidando com isso?
Há algum artigo sobre o tempo ou algo que vocês possam postar?

Leave a comment